Notícias

289 ANOS DE FORTALEZA: Titanzinho, a alma da comunidade do Serviluz

Categoria:

Artigos, Texto

0
O surf é considerado uma das principais atividades do Titanzinho. A prancha de surf representa o carinho dos moradores pelo esporte (Foto: Iane Ervedosa)

O surf é considerado uma das principais atividades do Titanzinho. A prancha de surf representa o carinho dos moradores pelo esporte (Foto: Iane Ervedosa)

Fortaleza Bela, Terra da Luz. Aqui se encontram as mais lindas paisagens. Muitas, porém, escondem-se tão bem que ninguém nunca ouviu falar, mas, estão lá, para serem contempladas algum dia, por algum aventureiro que conseguir ir mais além.

São as águas, porém, que são conhecidas. E muito bem. As salgadas! São delas que saem cardumes de peixes e carradas de surfistas que já ganharam o mundo e transformaram-se em profissionais. A praia do Titanzinho é, então, berço de surfistas como Tita Tavares, Fábio Silva, Pablo Paulino e André Silva, que já transformou o cenário em documentário, retratando a realidade do lugar.

Localizada no extremo leste de Fortaleza, o Titanzinho se divide entre os bairros Vicente Pizón e Cais do Porto, embora muitos prefiram identificar como o bairro Serviluz, antigo Serviço de Luz e Força da cidade. A comunidade do lugar é heterogênea, unindo pescadores, surfistas, donas de casa, trabalhadores da indústria, comerciantes etc.

Cada qual com uma história diferente de como foi parar ali. Afinal, as migrações são recentes. Até pouco tempo não havia casas e quem morava ali, sobrevivia embaixo de lonas de plástico ou casebres que deixavam a desejar. Somente após a construção do Porto do Mucuripe, as modificações começaram a acontecer: nas ocupações, nas reservas naturais, no uso do solo, na expansão demográfica e, consequentemente, na vida dos moradores.

Surgiram escolinhas de surfe na comunidade que auxiliam - de uma forma importante - na formação dos futuros talentos que sairão dali (Foto: Iane Ervedosa)

Jovens da comunidade do Titanzinho enxergam, no surfe, a oportunidade de um futuro melhor (Foto: Iane Ervedosa)

“Praia do Titanzinho”. Esta foi a resposta, em entrevista, de alguns surfistas de Fortaleza, ao falarem sobre o pico preferido na cidade. Portanto, além de “berço do surfe”, é também atrativo para surfistas de todos os lugares. E essa preferência é causada pela localização da praia, que recebe boas ondas o ano inteiro, além da influência do porto e do espigão.

A prática do surfe na comunidade do Titanzinho, acabou “unindo o útil ao agradável”. Formou-se uma junção de trabalho, natureza, cultura e diversão. Trabalho porque, para quem não sabe, surgiram escolinhas de surfe na comunidade que auxiliam – de uma forma importante – na formação dos futuros talentos que sairão dali.

A Escola Beneficente de Surfe do Titanzinho, fundada pelo Fera, e a Aloha, do Kakão, são duas das escolinhas que recebem crianças e jovens da comunidade para ensinar um estilo de vida. De certa forma, acabam substituindo a possibilidade de uma vida de ociosidade e sem expectativas. A consequência disto é uma série de histórias de jovens que acabam concretizando sonhos, ao descobrirem, no surfe, uma nova forma de viver a vida.

 

Iane Ervedosa
7º semestre

 

 

 

 

 

 


 

Tags: , , , , , ,

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *