Notícias

Skype

0

Skype – Dez anos de uma revolução na comunicação

Com dez anos de existência completados em 29 de agosto, o serviço de comunicação Skype já conta com 300 milhões de usuários cadastrados, que fazem dois bilhões de minutos de chamadas em vídeo on-line diariamente. O serviço já está tão infiltrado na vida das pessoas que o verbo “to skype” (fazer uma chamada pelo Skype) já foi incorporado aos países de língua inglesa. Ninguém teria previsto o imenso alcance da ferramenta criada pelo escandinavo Niklas Zennström e o dinamarquês Janus Friis, dupla também responsável pela criação do Kazaa, antigo programa de compartilhamento de arquivos muito popular na década passada. A ideia, segundo os próprios, era “oferecer comunicação de voz de alta qualidade a qualquer um com conexão de internet em qualquer lugar do planeta”. A primeira chamada por Skype de um computador aconteceu em abril de 2003 na Estônia, mas foi apenas em 29 de agosto daquele ano que a primeira versão beta do programa foi lançada.

O Skype não foi o pioneiro em chamadas internacionais, incluindo as de vídeo, mas causou uma revolução de alta definição, pois as chamadas baratas que se faziam antes pela internet eram de baixa qualidade. O Skype permite que os usuários realizem chamadas entre o Skype e um telefone fixo ou móvel, além de conferências. O programa foi capaz de se adaptar às mudanças que ocorreram com a evolução dos meios de comunicação, conseguindo sobreviver enquanto outros programas e site do tipo desapareceram. O Skype adaptou-se a outras plataformas além do computador, também estando disponível em versões para smartphone, tablet e até mesmo para a televisão. O Skype é um dos aplicativos mais baixados para smartphones e tablets, 50% dos novos usuários que chegam a cada mês são móveis.

No entanto, especialistas também apresentam desvantagens do programa. A questão da segurança e da privacidade dos usuários é controversa, pois todos os seus dados ficam disponibilizados para a empresa.

Em uma década o Skype evoluiu bastante e hoje possui outras funções. Além de realizar chamadas (com previsão para a inclusão de chamadas em 3D), o programa também disponibiliza jogos, integração com redes sociais e diversas ferramentas para que os usuários possam personalizar suas chamadas.

Mais informações podem ser encontradas no site oficial do programa.

Paulo Victor Mascarenhas

 

Skype comemora 10 anos com pioneirismo tecnológico e constantes mudanças

O Skype, hoje o maior programa de chamadas de áudio e vídeo do mundo, completou 10 anos na quinta-feira, dia 29 de agosto. A companhia, recentemente adquirida pela gigante Microsoft por US$ 8,5 bilhões, aproveitou a data para divulgar um infográfico com números e informações grandiosas, como a marca de 300 milhões de usuários alcançados.

Infográfico: Rudá Barreira

Infográfico: Rudá Barreira

A empresa segue em franco crescimento devido a uma junção de bons atributos. O compromisso é com a funcionalidade do programa, que oferece desde chamadas a baixo custo para qualquer número ao redor do mundo, até salas de videoconferência para uma quantidade máxima de 10 membros. O interesse por novas funções está diretamente ligado ao pioneirismo tecnológico, como a disponibilização de chamadas em Full HD e o projeto anunciado para chamadas em 3D.

O Skype foi fundado em agosto de 2003, por Niklas Zennstrom e Janus Friis, em Luxemburgo. Surgido como tantos outros programas, como uma promessa de mercado, a empresa se consolidou rapidamente e foi comprada pelo eBay em 2005, por US$ 3,1 bilhões. Nesse mesmo ano incluiria as chamadas de vídeo em suas funções.

O período em que passou pelas mãos do eBay foi turbulento e contou com momentos de descrédito e conflito com os fundadores. A turbulência teve fim em 2008, quando Josh Silverman assumiu o controle da empresa e redirecionou seu foco, dando início à busca pelo aprimoramento da qualidade das chamadas de vídeo.

A mudança de foco se mostrou acertada e passou a ser o diferencial do programa, que no ano seguinte traria mais mudanças. Uma parcela de 70% da companhia foi vendia a investidores privados, incluindo 14% adquiridos pelos fundadores. No mesmo ano, o Skype lançou versões para iOS e Android, ampliando seu campo de atuação. Foi lançado também o serviço de chamadas em alta definição e em tela cheia.

Em 2010, a companhia lançou suas ações na bolsa de valores, e conseguiu levantar US$ 100 milhões na oferta inicial. Perpetuando o sucesso adquirido, o programa lançou no mesmo ano aplicações como a conferência em vídeo para até quatro pessoas.Foi lançada também uma atualização no aplicativo para iPhone que passou a permitir chamadas com a utilização de 3G, o que ampliou em muito seu campo de atuação.

O último grande momento de transição ocorreu em 2011, com a aquisição do Skype pela Microsoft por US$ 8,5 bilhões. A compra teve por finalidade permitir à Microsoft que utilizasse e resguardasse a seus produtos o pioneirismo tecnológico nos serviços de chamada de vídeo e áudio.

Nos últimos dois anos o Skype manteve sua tradição de inovação tecnológica e lançou o sistema de chamadas em Full HD, em fevereiro de 2012. Além disso, o anúncio de que uma divisão da companhia estuda a implantação de chamadas 3D ao serviço foi dado juntamente às celebrações de 10 anos da empresa.

Rudá Barreira

Curiosidades da plataforma midiática tornam o Skype imbatível em sua década

Abrir duas contas ao mesmo tempo, efetuar videoconferências via plataforma web, integrar os antigos contatos do MSN Messenger. Tudo parece meio irreal, mas o Skype e sua década de existência revelam curiosidades que muitos usuários ainda não conhecem.

O serviço que revolucionou a comunicação por sua infiltração na vida da população inglesa ganhou até o termo “to skype”, que corresponde fazer uma chamada por Skype, teve um índice de 300 milhões de usuários em todo o mundo. Desde agosto de 2003, o programa tem ganhado novas funcionalidades de acordo com as necessidades dos novos membros. A nova promessa é implementar videochamadas em 3D, que está em fase beta, segundo a empresa.

O Skype, como protocolo fechado, não disponibiliza o acesso de suas tecnologias, impossibilitando a avaliação da ferramenta de um ponto de vista analítico de sistema. Diferente do MSN, que tinha mais ferramentas, o usuário só consegue se conectar com outro que esteja na mesma plataforma, mesma rede. Segundo o mestre de computadores, professor Daniel Capelo Borges, agora o Skype deverá estar atento com os concorrentes. “A compra pela Microsoft deverá agregar tecnologias novas para não perder mercado”, concluiu.

Confira 10 curiosidades que tornam o Skype imbatível no compartilhamento multimidiático.

 

Renato Ferr
Opinião
Entrevistado: Daniel Capelo Borges

Qualidade, baixo custo e praticidade. Esses conceitos foram utilizados por Daniel Capelo Borges diversas vezes ao falar do Skype. Mestre em redes de computadores, ele leciona as disciplinas de sistemas operacionais, segurança de sistemas e redes de computadores no curso de Sistemas de Informação da Faculdade Sete de Setembro – FA7.

Usuário do programa desde que passou temporada de estudos no Canadá, Daniel conversava com a família de forma mais eficiente e barata via Skype do que se utilizasse os serviços das telefônicas. Desde então, realiza entrevistas e conversa com colegas no exterior a partir da ferramenta.

Sobre os 10 anos do Skype, Daniel fala não somente sobre os benefícios do programa, mas também sobre as atuais limitações. Diante dos recentes escândalos envolvendo espionagem eletrônica por parte do governo americano, o professor foi claro em dizer que cotidianamente nossos dados estão à disposição de grandes empresas, e que conversas via Skype também não estão seguras.

Ao longo da conversa, Daniel fala do descrédito no propagado recurso de videochamadas em 3D anunciado pela companhia desenvolvedora, além de ressaltar os benefícios da convergência de aplicações e perspectivas para o futuro do programa utilizado desde 2003 e que já possui mais de 300 milhões de usuários no mundo todo.

 

Flávia Oliveira

Tags: , , , ,

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *